Dono de time da NBA é banido da liga após comentário racista

Donald Sterling, V. Stiviano

A NBA, a liga de basquete dos Estados Unidos e a mais importante da modalidade no mundo, decidiu banir para sempre o dono de um time após uma investigação sobre racismo no basquete. Donald Sterling, dono do Los Angeles Clippers, foi banido da liga e multado em US$ 2,5 milhões – a multa máxima permitida pela NBA – por ter feito comentários racistas.

O escândalo estourou no último sábado, quando o site de celebridades TMZ publicou uma conversa entre Donald Sterling e sua ex-namorada, a modelo V. Stiviano. Na conversa, Sterling censura a ex por tirar fotos com atletas negros, e inclusive diz para ela não levar negros para os jogos dos Clippers.

A discussão começa quando Sterling critica Stiviano por ter publicado uma foto na rede social Instagram com o ex-jogador Magic Johnson, um dos atletas mais importantes da história da NBA. O dono dos Clippers critica a foto. “Por que você fica tirando fotos com as minorias? Me incomoda ver você se associando a pessoas negras”, disse. Durante a discussão, ele faz vários comentários racistas. “Você pode dormir com negros se quiser, pode fazer o que quiser com eles. Tudo o que eu peço é que não os traga aos meus jogos”. Em determinado momento, ele critica o próprio Magic Johnson, dizendo para a modelo nunca levar o ex-astro da NBA aos jogos.

Na foto, a modelo aparece ao lado do ex-jogador Magic Johnson

Na foto, a modelo aparece ao lado do ex-jogador Magic Johnson

Não é a primeira vez que Donald Sterling é acusado de racismo. Ele enfrenta dois processos na Justiça americana sob a acusação de ter se recusado a alugar apartamentos a negros e latinos. A divulgação do áudio, no entanto, chocou o público americano. Após investigação, a NBA concluiu que a voz no áudio é de fato de Sterling, e por isso aplicou a pena máxima prevista pela liga.

Ao ser banido da NBA, Sterling não poderá entrar em nenhuma instalação da liga americana de basquete em dia de jogos ou treinos, não poderá entrar em qualquer escritório da equipe ou participar de decisões nos Clippers. A NBA deverá pressionar Sterling para vender o time, mas ele não será, necessariamente, obrigado a se desfazer dos Clippers. (Revista Época com Agências)

Confira o áudio com o diálogo entre o empresário e a ex-namorada:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s