Navio com mais de 3 mil mexicanos chega a Fortaleza para o jogo contra o Brasil

Capital cearense recebe “onda verde” e torcedores se espalham por toda orla na expectativa por segundo jogo do país na Copa

Capital cearense recebe “onda verde” e torcedores se espalham por toda orla na expectativa por segundo jogo do país na Copa

A torcida brasileira obviamente será maioria no duelo contra o México nesta terça-feira, em Fortaleza, mas terá de gritar muito alto se quiser fazer valer essa superioridade numérica. A capital do Ceará está repleta de torcedores mexicanos desde o último sábado e na manhã desta segunda-feira um navio com 3,6 mil mexicanos atracou no Porto de Fortaleza às 5h.

A dona de casa Dinorá Chaviano, de 65 anos, estava entre os torcedores. “Estou encantada com o Brasil, com os brasileiros. Tudo é lindo. Está sendo uma experiência maravilhosa”, disse ela, com sua camisa de “Chapolin Colorado”. Ela foi a Natal para o primeiro jogo do México, sexta-feira, contra Camarões, e seguirá a seleção até o Recife, onde a seleção joga contra a Croácia, dia 23.

O navio com capacidade para 4,5 mil passageiros deixou Miami em 19 de maio com destino a Santos, cidade onde a seleção mexicana fez sua preparação para a Copa do Mundo.

Segundo a administração do novo terminal de passageiros do porto de Mucuripe, 1,5 mil torcedores desceram em Fortaleza e outros 2,1 mil vão se juntar à delegação do navio para prosseguir viagem. Entre eles está o casal de advogados de Monterrey, Erick Haros e Mirian Palacios, que já estavam no Brasil e decidiram continuar a viagem no navio.

“Está sendo uma experiência fantástica. Tudo muito organizado e até agora não tive nenhum problema. Os brasileiros e os mexicanos são muito parecidos, acolhedores, e isso ajuda muito quem vem de fora”, disse Erick, depois de posar para uma foto ao lado de um grupo de forró contratado pela administração do porto para animar a chegada dos mexicanos.

Jovens de um grupo folclórico de Fortaleza também recepcionaram os torcedores mexicanos. Uma escola de samba da cidade também fez a festa no saguão do terminal dos passageiros. “Esta é minha primeira vez no Brasil. Estou encantado. Comida, festa, samba, bossa nova. Vou ficar três dias em Fortaleza e vou tentar conhecer o máximo que puder”, disse Gerardo Piña, torcedor de 28 anos vindo Querétaro, a 238km da Cidade do México.

Jovens de um grupo folclórico de Fortaleza também recepcionaram os torcedores mexicanos. Uma escola de samba da cidade também fez a festa no saguão do terminal dos passageiros. “Esta é minha primeira vez no Brasil. Estou encantado. Comida, festa, samba, bossa nova. Vou ficar três dias em Fortaleza e vou tentar conhecer o máximo que puder”, disse Gerardo Piña, torcedor de 28 anos vindo Querétaro, a 238km da Cidade do México. (Bruno Winckler/iG)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s