Cantora lança álbum após hit de “Crepúsculo”: “tento não competir comigo mesma”

Cantora lança álbum após hit de "Crepúsculo": “tento não competir comigo mesma”

Cantora lança álbum após hit de “Crepúsculo”: “tento não competir comigo mesma”

Christina Perri fez sucesso no mundo inteiro com a música “A Thousand Years”, trilha sonora de “Amanhecer”. Agora ela volta com o disco “Head or Heart”, de acordo com ela muito mais íntimo e sobre autoconfiança: “não queria um álbum deprê”

O nome Christina Perri pode até soar estranho, mas se você ligou a TV ou o rádio nos últimos dois anos, com certeza já ouviu a voz dela. A norte-americana é a dona da canção “A Thousand Years”, tirado da trilha sonora do filme “Amanhecer – Parte 2”, último da saga “Crepúsculo”. A música fez tanto sucesso em 2011 que levou a cantora do anonimado à fama, e hoje ela tem admiradores no mundo inteiro.

Pouco mais de dois anos após estourar nas paradas, a cantora retorna aos holofotes com o lançamento de seu segundo disco, “Head or Heart”, e enfrenta a pressão de não virar artista de um hit só. Mas Christina não está preocupada com isso: quer apenas fazer o melhor de si e se mostrar o mais sincera possível tanto nas letras como nos shows. “Eu tento não competir comigo mesma”, garantiu ela em entrevista ao iG, por telefone.

Christina cresceu no interior da Pensilvânia, nos Estados Unidos, e desde criança sempre foi apaixonada por música. Durante o colégio, se aproximou do teatro musical e nutriu a vontade de virar artista até que, aos 20, fez as malas e foi para Los Angeles atrás deste sonho.

A sorte veio quando uma amiga mandou uma de suas músicas para o reality show “So You Think You Can Dance”, e ela acabou sendo usada na trilha sonora do programa. Depois disso, Christina foi contratada pela Atlantic Records, gravadora de artistas como Paramore, James Blunt e Cee Lo Green, e iniciou a promissora carreira.

Com “A Thousand Years” nos iPods de adolescentes no mundo inteiro, Christina ganhou disco de platina, e ainda atingiu a quarta posição no ranking da Billboard Hot 200. E o segundo disco, lançado em abril passado, parece estar repetindo o sucesso do primeiro — o single “Human” bateu, na última semana, a marca de 1 milhão de vendas digitais.

Não à toa, Christina esbanjava bom humor durante o papo com o iG. Ela inclusive mandou boa sorte para os brasileiros na Copa do Mundo, mas sem dizer se vem ou não para cá com a nova turnê. “Divirtam-se! Espero poder ir para ai em breve”, afirmou. Leia a entrevista:

iG: Começar a escrever depois de estourar tanto com uma música deve ser assustador. Como foi para você voltar a compor depois do sucesso de “A Thousand Years”?
Christina Perri: Levou um tempo. Eu não sabia direito como começar, e não queria me forçar a escrever. Eu não sei compor quando estou com medo, e se existe uma chance de pressão, eu não consigo escrever. Eu tive sorte, porque pude aproveitar meu tempo antes de voltar. Escrever é uma coisa muito genuína, e quando a pressão vem, eu tento não pensar nisso. Eu tento não competir comigo mesma, eu apenas não sei como fazer isso.

G: Como foi a dinâmica de gravar esse álbum? Você descansou entre a turnê e o início da produção?
Christina Perri: Eu tive umas duas semanas, entre o último show da turnê do primeiro disco, e o início do segundo disco. Então bem pouco. Passei seis meses escrevendo e quando estou escrevendo tenho bastante tempo para mim mesma, e isso foi bom. Passei um tempo em Los Angeles, mas fiz a maior parte do disco em Londres.

iG: O título “Head or Heart” (“cabeça ou coração”, em inglês) dá a impressão que esse é um disco sobre tomar decisões. Mas qual é a mensagem por trás dele?
Christina Perri: Esse álbum tem um tema, que é “confiança”. Eu toco o disco, de trás para frente, na minha cabeça, e na minha idade, que é 27 anos, penso que estou tentando encontrar isso, confiança. Eu quis mergulhar nisso, porque essa é uma fase difícil da vida em que você descobre mais sobre você mesmo. Então eu queria que esse álbum fosse sobre quem eu sou, e se eu posso confiar em mim mesma.

iG: Em comparação ao álbum anterior, como você vê sua evolução como artista e como pessoa?
Christina Perri: A diferença é enorme. O “Lovetruck” foi um álbum de fim de namoro. Eu escrevi todas aquelas canções sobre um cara, com quem eu estive junto dos 15 aos 23 anos. Então eu tinha que tirar aquilo do meu caminho. Já esse disco é sobre mim mesma, e como compositora eu me abri, fiz coisas que nunca tinha feito antes. Eu também cresci como pessoa, ainda estou crescendo, mas de um jeito aqui pude escrever sobre coisas novas. Não queria que fosse um álbum “deprê”.

iG: Você trabalhou nesse disco com o Jake Gosling, que fez um trabalho maravilhoso com o Ed Sheeran. Escolher as pessoas certas com quem você quer trabalhar pode ser decisivo nesse ramo. Como você lida com isso?
Christina Perri: Isso é aterrorizante. Quando eu terminei de escrever o disco, em maio, fiquei dias e noites pensando como eu ia escolher a pessoa que me ajudaria a criar. Isso tem um peso enorme, então decidi tirar a pressão de uma pessoa apenas e a gravadora foi legal e me ajudou a escolher mais pessoas. No fim, eu fui para Londres gravar com o Jake, a gente saiu para comer e ele nem me conhecia também. Nós fizemos UMA música, e eu já liguei para a gravadora dizendo: “vou ficar aqui.” Tive sorte, acho que foi o destino.

iG: Falamos com alguns fãs e eles querem saber algumas coisas sobre você. A primeira pergunta é: o que você pode adiantar sobre o videoclipe de “Burning Gold”?
Christina Perri: O vídeo está chegando e é algo novo. Pela primeira vez não estarei no clipe. É tudo que posso falar.

iG: Os fãs também disseram que você parece ser uma pessoa bastante transparente e, por isso, eles se sentem tão conectados com você. O que você tem a dizer sobre isso?
Christina Perri: Digo obrigado e concordo. Eu não consigo esconder quem eu sou. Não penso muito sobre isso mas se eu for eu mesma, é assim que consigo me conectar com as pessoas e é assim que lido com a vida. Não saberia ser diferente. (Gustavo Abreu, iG/SP)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s