Fifa exclui bandeira que errou contra o México e deu liderança ao Brasil

 Apesar de o México ter ganhado o jogo, os erros se tornaram importantes por conta do saldo de gols. Se os gols tivessem sido considerados regulares, o time da América do Norte seria o líder do Grupo A, no lugar do Brasil


Apesar de o México ter ganhado o jogo, os erros se tornaram importantes por conta do saldo de gols. Se os gols tivessem sido considerados regulares, o time da América do Norte seria o líder do Grupo A, no lugar do Brasil

Após os erros na primeira rodada, a Fifa excluiu o auxiliar colombiano Humberto Clavijo da arbitragem do jogo entre Coréia do Sul e Argélia, que será disputado no domingo. Foi anunciado o trio com um equatoriano, Christian Lescano, em seu lugar. É o primeiro caso de bandeira ou juiz retirado do Mundial após falhas.

Na primeira rodada, na partida entre México e Camarões, Clavijo assinalou dois impedimentos erradamente em lances em que o atacante Giovanni dos Santos marcou dois gols. Ambos foram anulados, o que deixou o time latino com diferença de um gol.

Apesar de o México ter ganhado o jogo, os erros se tornaram importantes por conta do saldo de gols. Se os gols tivessem sido considerados regulares, o time da América do Norte seria o líder do Grupo A, no lugar do Brasil. Afinal, teria saldo de três gols, contra dois da seleção.

A Fifa disse que a decisão foi tomada pela comissão de arbitragem. Descartou qualquer suspeita sobre a participação do bandeira em casos de manipulação de resultados. (Rodrigo Mattos, UOL/RJ)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s