Fifa decide não punir Zúñiga por falta que tirou Neymar da Copa do Mundo

zuniga_neymar_reu_95

A CBF cobrou, os torcedores brasileiros reclamaram, mas a Fifa não vai punir o colombiano Zúñiga pela falta no jogo pelas quartas de final que tirou Neymar da Copa do Mundo. O Comitê Disciplinar da entidade soltou um comunicado oficial explicando porque não poderia punir o jogador colombiano. No mesmo aviso, o comitê também nega o pedido da CBF para retirar o segundo cartão amarelo de Thiago Silva, que suspende o capitão brasileiro para o jogo contra a Alemanha.

Segundo o Comitê Disciplinar da Copa, o lance não escapou aos olhos dos árbitros em campo, que é a primeira das duas condições cumulativas para que o artigo 77 a) do Código Disciplinar da Fifa seja aplicado.

No caso do artigo 77 b), que também permite que o Comitê reveja um lance, também não pode ser usado porque nenhum cartão foi mostrado ao jogador Zuñiga. Esse artigo só pode ser aplicado caso o árbitro mostre algum cartão para o jogador errado.

Quanto ao pedido da CBF para que o cartão amarelo que Thiago Silva recebeu no jogo contra a Colômbia, e que o suspende do jogo desta terça-feira contra a Alemanha, o comitê alegou que não existem bases legais para o requerimento. Dessa forma, o capitão brasileiro segue suspenso para as semifinais.

Neymar fraturou a terceira vértebra lombar após sofrer uma joelhada do colombiano Zúñiga, nas costas, pouco antes do final do segundo tempo. O jogo terminou com vitória do Brasil, por 2 a 1, e classificação para a semifinal, mas a perda de seu principal jogador acabou sendo uma grande derrota para o Brasil.

Depois de ter sido atendido em um hospital em Fortaleza e retornar com a delegação, o camisa 10 da seleção decidiu não continuar na Granja Comary e seguiu de helicóptero para sua casa, no Guarujá. Neymar se mantém em repouso e recebe visitas apenas de amigos e familiares.

contusao2_1

O médico da seleção, José Luiz Runco descartou qualquer possibilidade de Neymar voltar à seleção caso o Brasil vença a Alemanha e avance à final. Segundo o médico, o jogador precisa de tempo para calcificar a lesão e entrar em campo seria arriscado a seu futuro como atleta. Inicialmente, o tempo de estimado para o retorno após uma lesão desse tipo é entre 40 e 45 dias.

No dia seguinte ao ocorrido, Zúñiga usou as redes sociais para desejar melhoras a Neymar e dizer que não teve maldade na jogada. O colombiano recebeu apoio dos companheiros e de seu povo, que se manifestou a seu favor na calorosa recepção da seleção a Bogotá, nesse domingo. (GloboEsporte.com)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s