Justiça decide a favor da Johnson & Johnson em ação da CBF

São Paulo – O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro emitiu decisão favorável à Johnson & Johnson em processo aberto pela CBF a respeito da veiculação de comerciais da Copa do Mundo de 2014.

Segundo a Johnson & Johnson , o tribunal reconheceu o direito da empresa de manter suas atividades de marketing sem qualquer restrição, afirmando que as ações não ferem os direitos da CBF relativos à seleção, conforme alegava a Confederação.

Em junho, a CBF entrou com processo contra a empresa patrocinadora da FIFA pedindo R$ 1 milhão de indenização pelo uso de símbolos da seleção em seus comerciais de TV, como as camisas amarelas e cores oficiais.

Em comunicado divulgado na ocasião, a empresa diz entender que “as cores da bandeira nacional são atributos de domínio público, que representam a brasilidade e o patriotismo e que não podem ser apropriadas indevidamente por nenhuma entidade privada ou de classe”.

A Johnson & Johnson é uma das patrocinadoras da FIFA, enquanto a CBF é apoiada pela concorrente Procter & Gamble.

A CBF ainda pode recorrer da decisão.

As informações são de Mirela Portugal, de Exame.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s