Garoto do ‘taca-le pau’ participará de transmissão com Galvão Bueno

TV Globo mandou buscar Leandro Benica para estar em Interlagos, no domingo

TV Globo mandou buscar Leandro Beninca para estar em Interlagos, no domingo

“Lá vem o Marcos, descendo o morro da vó Salvelina. Taca-le pau nesse carrinho, Marcos! Taca-le pau. Taca-le pau! Mazá, Marco Véio”. Esta era para ser uma brincadeira entre primos no interior de Santa Catarina. Mas se transformou em vídeo visto milhões de vezes na internet, virou comercial de TV para anunciar o GP Brasil de F-1 e alçou Leandro Beninca, 10, a novo astro em Interlagos.

A TV Globo já mandou buscá-lo para estar ao lado do narrador Galvão Bueno, domingo, na transmissão da prova. Para chegar a São Paulo, porém, o estudante da quinta série do ensino fundamental de Rio do Campo, cidade a cerca de 275 km de Florianópolis, vai precisar de mais do que o carrinho de madeira construído pelo tio ou a velocidade do primo Marcos Martinelli, 12, carinhosamente chamado de “Marco Véio”.

A dificuldade é a agenda pós-fama. Atualmente, Leandro concilia o colégio com o calendário de shows da banda Fogo de Chão, que toca música tradicional gaúcha. Em julho, eles lançaram “Taca-le pau, Marco Véio” e fazem sucesso no Sul do país. O narrador mirim, então, virou cantor e acompanha o grupo em algumas apresentações. Eles farão duas nesta sexta-feira (7) e sábado (8), em Fátima do Sul (MS).

Com autorização dos pais, Leandro viaja aos fins de semana e ainda consegue cachês que começaram em R$ 300 e hoje chegam a R$ 1.500. Para estar em Interlagos no domingo antes da largada, às 14h, Leandro e o baterista da banda, Fernando Posteiro, pegarão às 7h um avião em Campo Grande, capital sul-mato-grossense. A mãe de Leandro, Jiovana, sairá de Navegantes (SC) com o sobrinho Marcos rumo a São Paulo com tudo pago pela Globo.

Poupança e timidez

Piloto de F-1 ou narrador? Nenhum dos dois. Leandro quer ser veterinário e não se empolga ao falar de carros e pilotos. Gosta? “Sim”. De quais? “Todos”. A timidez só muda ao tratar da sua paixão.

“Gosto de andar de cavalo, desde um ano de idade”, responde à Folha. “Não tenho medo, nunca caí. Já caí de bicicleta, um monte”, completa ele, fã de chimarrão e aprendiz de gaita (a gaúcha, parecida com sanfona).

“Quero ser veterinário para cuidar de tudo, cavalo, boi, galinha, peixe”, empolga-se. A mãe diz que ele sempre foi muito tímido, mas a fama fez o filho se soltar. Ela está fazendo uma poupança com o que o filho ganha. “Sabemos que tudo isso passa, temos os pés no chão”.

Gravação

O vídeo foi gravado em janeiro, no sítio da avó Salvelina, em Taió, cidade vizinha a Rio do Campo. O sucesso nas redes sociais, porém, chegou cerca de seis meses depois. Leandro passou a ser convidado para programas de rádio, TV e comerciais.

Nas propagandas, na maior parte das vezes, ele precisa dizer apenas seu bordão. Foi assim com a F-1 e o “Taca-le pau nesse carrinho, Hamilton”, idealizado pela agência Neogama/BBH. E, assim, a fama leva os garotos do morro da vó Salvelina para os morros do circuito de Interlagos. (Midia News com Folha de São Paulo)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s